Vertentes de Mim
  A SAUDADE MANDA OS SENTIMENTOS ESCREVEREM

 

Ainda não vi melhor definição para a palavra. Antes, eu costumava dizer que a saudade é uma falta ali bem presente. Não que eu tenha discordado agora. Mas a definição que conheci recentemente é melhor: a saudade é quando um momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.

Já pensei um sem número de vezes falar sobre saudade, inclusive. Mas, como sempre, eu quero escolher as melhores palavras, para não ser clichê e, principalmente, cuidar que elas surjam do coração. Os textos que escrevo tendo você no pensamento são assim. Eu nunca escrevo com você fisicamente presente. Quando estou com contigo, vivo uma experiência sem precedentes em minha vida. E, quando vem as despedidas, têm lugar esse sentimento tão incoerente. Incoerente porque ele é ruim de sentir, me trazendo a falta de tudo aquilo o que você representa para meu coração; e bom de sentir, porque, sendo redentora a oportunidade de me relacionar com você assim de forma tão bonita e sem precedentes, a saudade é como um termômetro a medir a intensidade do que eu sinto por você, ou seja, minha capacidade de resposta em me entregar à algo que jamais pensei que fosse possível, por conta de tanto orgulho, egoísmo, vaidade, baixa auto estima, sei lá. Você derrubou tudo isso.

Aliás, falando nisso, de quantas saudades se faz uma despedida? Dessas despedidas em que a ida para os necessários afazeres de cada um, deixa a vontade de continuar sentindo o calor dos seus abraços dando vontade de desistir de ir, mesmo sabendo que é só por enquanto?

E, de quantas despedidas ao logo de nosso tempo juntos se faz a certeza de cada lindo reencontro? Dessses reencontros que não partem do zero, mas exatamenteo do momento onde cada anterior cessou, e o calor dos abraços ainda não esfriou?

Em você Koly, minha alma transparece, me fazendo ser eu mesmo, com as angústias e aflições, bem como os sorrisos e os prazeres. Minhas mãos querem te procurar, meus olhos querem te avistar, sem que eu esteja me sentindo na solidão.

Você já é parte da minha vida há algum tempo, e por esse tempo escrevo esta singela homenagem, ao completarmos mais um pequeno, mas intenso ciclo. Que esse sentimento que nutrimos um pelo outro possa ser constante e dignamente alimentados por nós dois, como se viéssemos de uma terra distante (o nosso mundo, aquele em habita somente você e eu), mas de um mesmo colo, o colo do puro afeto.

Aliás, por falar em distância... de quantas distâncias, dessas em que medimos em quilômetros e por elas são convencionadas as distãncias geográficas, dividindo o mundo em países, os países e estados, estados em cidades, vilas, bairros, abrindo ruas, construindo muros ao redor das casas, e paredes dentro dos muros e ao redor das casas, e dentro das casas, entre as paredes, pessoas longe uma das outras, e dentro das pessoas, a saudade, os desejos e os sonhos de estarem juntas?

Me pergunto: de quantas estrelas é feito um sonho desses que podem brilhar a noite inteira?

Só sei, Koly, que nessa divina ópera onde todos os sons emitem a doçura do amor e juntos estão as lembranças e vontades de você, sinto saudade de ver brilharem as estrelas no céu de seus abraços, e sei também, que da saudade de dois lindos olhos, um lindo sorriso, dois ternos e calorosos braços e uma alma cativante de meu coração se faz um mundo inteiro em minhas lembranças...

 

Visitem também http://umcasal.blogspot.com e vejam o que tenho a dizer sobre cervejas e Zeca Pagodinho! Lá também é possível ver umas fotos de minha musa.

 



Escrito por Ivan às 17:17:41
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO VICENTE, PARQUE PRAINHA, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Música, Cinema e vídeo, teatro, leituras, passeios
MSN - ivanildojosedaluzfilho@hotmail.com


HISTÓRICO



OUTROS SITES
 Callianteia
 UOL - O melhor conteúdo
 Luz de Luma
 Mas, hein?
 1000 imagens
 Idade da Pedra
 Espelho Feminino
 Teatro da mMente
 Esperando o Dia Amanhecer
 Jardim dos Girassóis
 Nas Estrelinhas
 Eu E Os Outros Eus
 Minha Lua
 Sammy In Sampa
 Nós Por Nós
 Gira Mundo, Gira Eu Girassol (Lidiane)
 LHNCR
 Loira Em Fuga
 Paula Dandolini
 Cá Entre Nós (Gui)
 De Ponta cabeça (Christiani Rodrigues)
 Palavras 1 (Patty)
 Vivendo Um Dia De Cada Vez (Advi "Morena" Catarina)
 Bonequinho de Luxo (Cristiano Contriras)
 Estátua da Fonte (Andressa Pacheco)
 Laço do Infinito (Tathiana)
 Uivos da Loba (Loba)
 Amar- Ela (Daniela Mann)
 Sem Grilo (Vivian)
 Sola Sol 3 (Karin)
 Heart's Place (Drika)
 Blogue da Magui (Magui)
 Páginas Viradas (Samara)
 Blogando Idéias (Joseane)
 (Maria Bonita)
 Koly Asas (Koly)


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!