Vertentes de Mim
 

CONTINUAÇÃO- antes de ler este, leia o texto anterior para entender melhor!

O quanto e com o que tem se acostumado com a ilusão de não sofrer? Tem se acostumado a afastar uma dor ali, outra acolá... um ressentimento aqui, uma revolta acolá...

TEM SE ACOSTUMADO A NÃO RALAR NA ASPEREZA PARA PRESERVAR A PELE?

Ou seja... tem se acostumado a poupar a vida? Ou a se poupar na vida? E não percebe o quanto, aos poucos, ela se desgasta...?

O quanto tem deixado como está para ver como é que fica?

Apesar dos incômodos que sente, o quanto você tem dissimulado para que pensem que tudo às sua volta está bem?

Como tem sido seu comportamento no dia a dia?

Que sentimentos tem alimentado?

Quais desses sentimentos tem lhe incomodado?

E, movido por esses sentimentos, como você tem se relacionado com suas atitudes?

O QUANTO TEM SE DEFENDIDO NA VIDA?

QUE MÁSCARAS TEM CRIADO? E, O QUANTO PENSA EM SE DEFENDER COM ELAS?

E o quanto você tem se acostumado com as máscaras para amortecer julgamentos alheios, que o inferiorizam?

Tem se acostumado com o medo de ferir o ego? Coloca uma imagem... Uma personalidade irreal no lugar do seu EU REAL?

Carega uma máscara com a imagem de alguém envolvente para esconder a fragilidade e insegurança íntimas que o aflige?

Carega uma máscara com a imagem de quem tem uma felicidade que, embora aspire muito, está longe de experimentar, só para conseguir a admiração dos outros?

Ou se refugia numa personalidade cômica? Ou polêmica? Ou, aparentemente, decidida? Ou inteligente?

É melindroso poque não encontra a coragem de ser criticado?

É pretensioso porque pensa em conseguir o que quer com pouco trabalho?

É parcial em suas relações?

O quanto o sucesso do outro lhe incomoda, te fazendo pensar que merecia o tanto quanto ele tem?

Mas... o quanto tem se acostumado ao esforço de ser quem não é? Pensando como os outros pensam... Ou de acordo com o que parecem pensar sem considerar queos outros também têm suas dúvidas, aflições... Ou de acordo com o que falam ou agem...

Não estamos mesmo familiarizados com a experiência de expor nossa vulnerabilidade! ABRIR O CORAÇÃO!

MAS ESTE MOMENTO É SEU! PODE SER SEU!

Pegue uma folha pensando ser ela uma máscara e coloque nela, através de escritas ou desenhos, tudo o que te impede de ser uma pessoa autêntica. Tudo o que e incomoda os pensamentos! Tudo o que inquieta seu coração! Simule o livramento de suas angústias!

SEJA VOCÊ! INTEGRALMNTE! O que lhe aflige e for seu... lance para o papel!

 

NO PRÓXIMO POST, A PRETENSIOSA EXPLICAÇÃO PARA ISSO TUDO!



Escrito por Ivan às 16:50:37
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Há algum tempo eu crio atividades de introspecção. Uma delas, a que mais faz sucesso, já apliquei uma dezena de vezes. Vou tentar, com esse texto e os dois seguintes, trazer as reflexões mais importantes da atividade. Para tanto, lanço a cada um de vocês o desafio de consultarem sua consciência. Fique confortável e responda, SINCERA E VERDADEIRAMENTE, a cada uma das questões propostas. Proponho um diálogo consigo mesmo, sem esconder nada, já que ninguém estará por perto para escutar, além de você. leia uma pergunta, pare um pouquinho e responda, e sóa aí, parta para a próxima. Depois, se preciso for, explico o sentido disso tudo.

           

Com o que tem se acostumado em sua vida?

Acorda em cima da hora todos os dias?

Toma café correndo porque quase sempre está atrasado?

Come sanduíche porque não dá para almoçar?

Está acostumado a sair tarde do trabalho, com a sensação de que sua dedicação será mesmo recompensada?

Está acostumado cochilar no ônibus porque está cansado?

Está acostumado a dormir pesado , mesmo com a sensação de nem ter vivido o dia? talvez, por isso, ciclicamente, levanta sempre em cima da hora...

Com o quê já se acostumou a ver nas ruas? Ou nem percebe os detalhes do mundo por estar sempre correndo?

E por não perceber tanto o mundo á sua volta, o quanto já se acostumou a ser norteado ou conduzido? Conduzido pelo que os outros pensam... Pelo que os outros sentem...

O quanto você está acostumado a esperar? Esperar pelos outros... Ou que as coisas aconteçam...

O quanto já se acostumou a ter que pagar um preço para tudo o que deja e necessita?

Que preços tem pago? Com o que tem pago? Como tem pago? Será que já se acostumou a lutar para ter com o que pagar?

E, o quanto se acostumou a pagar, muitas vezes, mais do que as coisas valem, para preencher alguns vazios? Consegue perceber isso?

Será que já se acostumou a ser ignorado quando precisava tanto ser visto?

Já se acostumou a calar mesmo quando precisava tanto dizer? Dizer o que te incomoda... Dizer para que o outro pelos menos considere o que sente...

Ou não diz com receio da reção dos outros?

O QUANTO JÁ SE ACOSTUMOU A COISAS DEMAIS PARA NÃO SOFRER?

O quanto tem reprimido suas fantasias?

O quanto já se acostumou a se censurar? Receio de parecer tolo... Receio do que pensará o mundo...

O quanto já se acostumou a não se abrir? À falta de gente à sua volta para lhe consolar... Acostumando-se a mostrar-se sempre forte...OU SERIA ESCONDER A SUA FRAGILIDADE?

MAS... O QUANTO SEUS RECEIOS TÊM LHE PARALISADO?

O quanto se acostumou a achar desculpas ou culpados para as suas insatisfações? Se fazendo de vítima... Se acostumando a algumas dores... Acreditando que doem porque Deus assim o quis... E assim, pensa, vive resignadamente...

AH Já se acostumou a pensar que toda dor tem que ser vivida... COM DOR... COM SOFRIMENTO... E não se dá conta de que pode estar SE AUTOFLAGELANDO?

O quanto já se acostumou a se punir?

O quanto e com o que tem se acostumado com a ilusão de não sofrer? Tem se acostumado a afastar uma dor ali, outra acolá... um ressentimento aqui, uma revolta a colá...

TEM SE ACOSTUMADO A NÃO RALAR NA ASPEREZA PARA PRESERVAR A PELE?

CONTINUA...



Escrito por Ivan às 14:26:06
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO VICENTE, PARQUE PRAINHA, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Música, Cinema e vídeo, teatro, leituras, passeios
MSN - ivanildojosedaluzfilho@hotmail.com


HISTÓRICO



OUTROS SITES
 Callianteia
 UOL - O melhor conteúdo
 Luz de Luma
 Mas, hein?
 1000 imagens
 Idade da Pedra
 Espelho Feminino
 Teatro da mMente
 Esperando o Dia Amanhecer
 Jardim dos Girassóis
 Nas Estrelinhas
 Eu E Os Outros Eus
 Minha Lua
 Sammy In Sampa
 Nós Por Nós
 Gira Mundo, Gira Eu Girassol (Lidiane)
 LHNCR
 Loira Em Fuga
 Paula Dandolini
 Cá Entre Nós (Gui)
 De Ponta cabeça (Christiani Rodrigues)
 Palavras 1 (Patty)
 Vivendo Um Dia De Cada Vez (Advi "Morena" Catarina)
 Bonequinho de Luxo (Cristiano Contriras)
 Estátua da Fonte (Andressa Pacheco)
 Laço do Infinito (Tathiana)
 Uivos da Loba (Loba)
 Amar- Ela (Daniela Mann)
 Sem Grilo (Vivian)
 Sola Sol 3 (Karin)
 Heart's Place (Drika)
 Blogue da Magui (Magui)
 Páginas Viradas (Samara)
 Blogando Idéias (Joseane)
 (Maria Bonita)
 Koly Asas (Koly)


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!